Nuvem de Melancia
Alguns dizem que é sorte. Outros, que é coisa do destino. Eu prefiro dizer que é luz. E calmaria. Porque, quando você chegou, foi isso que você trouxe de volta pra mim: paz. Uma paz que destino nenhum ou sorte nenhuma seria capaz de explicar. De entregar.
Plenitude.  (via romanceais)
Que bom que o destino nos uniu e nosso amor foi recíproco desde o início. Que bom que tudo vai bem, que a gente se da bem e nem sonha em se soltar. Que bom que a vida quis assim, que não foi preciso sofrer. Que bom que somos abençoados cada dia mais, que estamos satisfeitos de como tudo está. Que bom que a distância não nos separou e que queremos nos casar. Que bom que tudo foi como deveria ser, que os obstáculos não foram um grande problema. Que bom que a gente tá junto mesmo sem estar perto. Que bom que você me escolheu pra ser o seu amor e que eu também quis assim. Que bom que você é a melhor pessoa que eu poderia encontrar.
Quer saber quando comecei a dar certo? Quando decidi viver minha vida de modo que quando eu deitasse a cabeça no travesseiro me orgulhasse a cada segundo de erro por erro, acerto por acerto, defeito por defeito, qualidade por qualidade. Sem o menor medo, sem o menor pudor e com o maior respeito, não por uma imagem que criei, mas por uma essência que é natural e sem retoques.

Clarissa Corrêa.

(via decespalavras)


Quando penso em você dou um sorriso. E, preciso dizer, queria muito que você estivesse aqui. Preciso dizer mais, você foi quem eu amei. Quem eu mais amei. Não há um dia sequer que eu não pense em você.
Clarissa Corrêa in A carta que nunca mandei. (via sexxxphone)
Me lembrei de você. E doeu. Doeu tanto, mas tanto, mas tanto que me faltaram palavras para explicar. Por mais que eu tente te contar tudo o que vai aqui dentro, tenho certeza que você jamais entenderia. Disfarço quase bem por fora, mas por dentro ainda estou em pedacinhos. Era pra ser tão simples, o amor é simples, não é? E você desfez tudo como se eu nada fosse, como se a nossa história fosse passatempo, brincadeira.
Para Todos os Amores Errados. (via relevou)

filosofia de vó:

macaco quando não alcança banana, diz que ela tá podre.

Mas descobri que não preciso brigar, falar o que penso, enfiar o dedo na cara, desejar o seu mal ou falar o quanto você é uma cretina para todo mundo. Vou deixar a vida te ensinar. O que quero é que você vá para bem longe com sua felicidade falsa, seu coração vagabundo e sua inveja fantasiada de anjo.
Clarissa Corrêa.   (via velejo)
É fácil ser solidário quando tudo está uma merda. É fácil esticar a mão, ficar ao lado, ouvir as tragédias. Difícil mesmo é ficar feliz lá no fundo quando o outro conquista alguma coisa. Quando ele se dá bem. Quando ele está com o coração sorrindo. A gente percebe direitinho sorrisos amarelos, olhares não sinceros. Acho isso tão pequeno. Se você gosta de alguém, se é amigo de alguém é obrigação ficar feliz pela pessoa.
Clarissa Corrêa.  (via velejo)

Graciliano Ramos

Graciliano Ramos

Se tudo passa, como se explica o amor que fica?
Zeca Baleiro.  (via atitudes-certas)
Mas se você não me procura, é porque consegue viver sem.
Caio Fernando Abreu  (via passaro-selvagem)

theme: cerejadosundae. +
»